Empossado presidente da Câmara Municipal, Naldo diz que realizará sessões itinerantes e que os interesses do povo estão acima de tudo

Empossado presidente da Câmara Municipal, Naldo diz que realizará sessões itinerantes e que os interesses do povo estão acima de tudo

O vereador Ronaldo Oliveira “Naldo”, do PSD de Montadas tomou posse nesta quarta-feira (2) à noite, como presidente da Câmara Municipal de Montadas. Ele comandará a Casa Legislativa durante o biênio 2019/2020. Com quadro mandatos consecutivos, Naldo foi eleito no dia 17 de dezembro e dentre algumas ações à frente do parlamento, irá realizar sessões itinerantes para ouvir as demandas populares.

A solenidade de posse contou com a presença dos presidentes da Câmara de Puxinanã, Didi da Farinha e de Areial, do professor Afonso, o ex-prefeito de Puxinança, Marco de Zuca e o empresário Robson, bastante conhecido na região.

De acordo com o novo presidente do legislativo montadense, até chegar à Casa, como vereador por quatro mandatos e agora como presidente, teve de enfrentar muitas dificuldades, mas que com o apoio de Deus, da família e do povo de Montadas vem superando os obstáculos. Ele destacou a participação dos colegas vereadores e de lideranças políticas, a exemplo do deputado estadual Adriano Galdino (PSB).

“Temos de dar o exemplo e assumo este compromisso com o povo de Montados porque palavra dada é palavra cumprida. Os interesses populares estão acima de interesses partidários ou pessoais. A nossa posição é de diálogo, mas cima de tudo vou cumprir a lei”, disse.

Naldo disse que realizará sessões itinerantes para levar à Câmara Municipal aos locais onde as pessoas estão. “Vamos levar a Câmara para os agricultores, para quê com estas visitas possamos criar projetos que atendam as necessidades reais dos vários segmentos, especialmente dos agricultores”.

A nova mesa diretora ficou formada pelo vereador Ramalho (PSB) como vice-presidente, Eliane (PSB) primeira-secretária e Tito Silva (PSB), como segundo secretário.

Para chegar à presidência, Naldo contou com o apoio da oposição ao atual prefeito Jonas de Souza, de quem foi aliado e com quem iniciou o governo como secretária municipal de Agricultura, mas com quem rompeu, assumindo uma postura de independência que o credenciou à presidência.

Imprimir